Obras Sociais Irmã Dulce

 
 
 

Capela das Relíquias

 

Uma sala circular com pé direito triplo tendo ao centro o túmulo que guarda as relíquias (termo utilizado para designar o corpo ou parte do corpo dos beatos ou santos) da Mãe dos Pobres. Espaço de devoção e fé, a Capela das Relíquias foi aberta no dia nove de junho de 2010, quando as relíquias da então Venerável Dulce foram transladadas. A transferência para a capela foi feita após a exumação do corpo da religiosa para a retirada das relíquias e de uma vigília. Desde então o espaço está aberto à visitação dos fiéis todos os dias das 7h às 18h.

Logo após sua morte, em 1992, Irmã Dulce foi sepultada na Igreja da Conceição da Praia. Em 2000, com o início do processo de beatificação, seus restos mortais foram transferidos para a Capela do Convento Santo Antônio (na sede das Obras Sociais Irmã Dulce).

Segundo Gaetano Passarelli, professor de História Bizantina e Espiritualidade Oriental da Universidade Roma III, da Pontifícia Universidade Antoniana e do Pontifício Instituto Oriental e consultor histórico da Congregação da Causa dos Santos do Vaticano, a exumação é um rito muito antigo. “Os restos mortais (relíquias) de uma pessoa ‘venerável’ são retirados da terra, ou de uma sepultura, semelhante a de pessoas ‘normais’ para ser elevado solenemente de forma a demonstrar seu caráter ‘extra-ordinário. Após a exumação, suas relíquias serão colocadas na igreja e expostas de forma solene para serem reverenciados como os de uma pessoa ‘santa’”, explica.

imprimir voltar ao topo

© 2003-2011 OSID - Obras Sociais Irmã Dulce
Avenida Bonfim, 161 Largo de Roma, Salvador – Bahia CEP: 40.420-000
CNPJ: 15178551/0001 - 17
Veja localização no mapa
Telefones: (71) 3310-1100 / 0800 284 5284

Siga a OSID no Facebook | Siga a OSID no Twitter

Reprodução permitida, desde que citada a fonte. Conteúdo produzido pela Assessoria de Comunicação da OSID