Notícias

OSID assume gestão do Hospital Regional de Juazeiro

OSID assume gestão do Hospital Regional de Juazeiro

As Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) assumiram oficialmente a gestão do Hospital Regional de Juazeiro (HRJ), em atendimento à solicitação da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). O contrato emergencial de 180 dias foi assinado na última quinta-feira (03) pela superintendente da OSID, Maria Rita Pontes, e pelo secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, na sede da Sesab, no Centro Administrativo da Bahia.

 

“Estamos atendendo a um pedido da Sesab, solidários com a relação de parceria que temos com o Governo do Estado, e solidários principalmente à necessidade de atender à população da região. Estamos cientes da capacidade que nós temos de fazer um trabalho diferenciado, humanizado, comprometido com nossos valores”, declarou o assessor corporativo das Obras Sociais Irmã Dulce, Sérgio Lopes, que também esteve presente na cerimônia de assinatura do contrato, junto com a assessora jurídica da OSID, Camila Azi.

 

Com 182 leitos, sendo 40 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), o Hospital Regional de Juazeiro conta com especialidades como Ortopedia, Cardiologia, Pneumologia, Urologia, Angiologia, Nefrologia, Proctologia, Gastroenterologia e Cirurgia Geral, além de uma Unidade de Alta Complexidade em Oncologia. O HRJ está apto para atendimento de alta complexidade, oferecendo serviço de diagnose e terapia, ambulatório eletivo de especialidades, pronto atendimento (urgências), internação, serviços de apoio assistencial, inclusive internação domiciliar e atividades de ensino e pesquisa.

 

“Temos um grande desafio pela frente e estamos com as melhores expectativas, motivados a transformar o Hospital Regional de Juazeiro em um dos grandes hospitais da Bahia. Que Santa Dulce nos proteja e nos guie nesse caminho”, comentou o líder do Hospital Regional de Juazeiro, Ivanildo Santos.

 

Fundada pelo Anjo Bom do Brasil, a OSID abriga hoje um dos maiores complexos de saúde 100% SUS do país, realizando atualmente cerca de 3,5 milhões de procedimentos ambulatoriais por ano na Bahia. A instituição da Santa Dulce dos Pobres atende idosos, pacientes oncológicos, pessoas com deficiência e com deformidades craniofaciais, pessoas em situação de rua, usuários de substâncias psicoativas, crianças e adolescentes em situação de risco social, entre outros públicos. A organização conta com um perfil de serviços único no Brasil, distribuídos em 21 núcleos que prestam assistência à população de baixa renda nas áreas de Saúde, Assistência Social, Pesquisa Científica, Ensino em Saúde, Educação e na preservação e difusão da história de sua fundadora. Com reconhecida experiência, a instituição também responde pela administração de três hospitais do Governo do Estado, localizados em Irecê, Barreiras e Santa Rita de Cássia.

Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível. Ao continuar a navegar no site, você concorda com esse uso. Para mais informações sobre como usamos cookies, veja nosso Aviso de Privacidade.