Notícias

Alagados reencontra seu Anjo Azul

Alagados reencontra seu Anjo Azul

Local onde Irmã Dulce, em 1935, iniciou seu trabalho de assistência às comunidades carentes, e que este ano serviu de cenário para gravação de sua cinebiografia, o bairro de Alagados, em Salvador, recebe nesta quinta (04) e sexta-feira (05) a presença luminosa de seu Anjo Azul – título que a freira recebeu na sua jornada em prol dos moradores da localidade. O bairro, cujas palafitas do passado testemunharam os passos de amor e serviço da religiosa baiana, será palco de sessões especiais do filme “Irmã Dulce”.

O longa-metragem que narra a trajetória da freira será exibido aos moradores da região das palafitas onde foram gravadas cenas do filme. As exibições acontecerão na Unidade Móvel da Coelba, estacionada na localidade, nos seguintes horários: hoje (quinta-feira), às 11h, 13h30 e 15h, e amanhã, em sessões às 9h30, 11h e 13h30. “Esta exibição em Alagados é o retorno da Mãe dos Pobres ao local que marcou a sua história”, comemora Osvaldo Gouveia, assessor de Memória e Cultura das Obras Sociais Irmã Dulce. A apresentação do filme no bairro é uma iniciativa da Migdal Filmes, produtora da obra, em parceria com a Coelba, empresa do Grupo Neoenergia.

Lançado no mês de novembro em todo o país, “Irmã Dulce” é o primeiro longa-metragem sobre a trajetória da freira que dedicou sua vida aos pobres e doentes e que ergueu uma das mais impressionantes instituições sociais do Brasil. No filme, as atrizes Sophia Brachmans, Bianca Comparato e Regina Braga dão vida à personagem principal que, ainda no início da adolescência, despertou o desejo de entrar para a vida religiosa e fundou uma das maiores instituições filantrópicas do país. Artistas renomados como Glória Pires, Irene Ravache, Zezé Polessa, Paulo Gracindo Júnior e Fábio Lago também integram o elenco. A produção é assinada por Iafa Britz, com direção de Vicente Amorim e roteiro de Anna Muylaert e L.G. Bayão. O filme é produzido pela Migdal Filmes, distribuído pela Downtown Filmes e Paris Filmes e tem coprodução da Globo Filmes, da Paramount e do Telecine.