Notícias

Doar faz bem

Doar faz bem

Na história das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) as doações sempre tiveram um papel importantíssimo na manutenção e ampliação do trabalho iniciado pela sua fundadora no ano de 1959. Um antigo galinheiro, que chegou a abrigar 70 doentes numa enfermaria improvisada, transformou-se em um dos maiores complexos de saúde gratuitos do país, realizando cerca de 4,5 milhões de atendimentos ambulatoriais por ano a usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), idosos, pessoas com deficiência e com deformidades craniofaciais, pacientes sociais, pessoas em situação de rua, usuários de substâncias psicoativas e crianças e adolescentes em situação de risco social. Para manter todo esse império de amor funcionando, a instituição conta com a generosidade de doadores, a exemplo de Willian Magno Canário Santos.

Admirador de Irmã Dulce e de sua obra, Magno resolveu abraçar o legado da Mãe dos Pobres tornando-se um doador via cartão de crédito. “Pesquisei no site da OSID as formas de doação e encontrei a opção do cartão de crédito, que considero prática e muito segura. Fiz o cadastro e todo mês uma quantia é debitada. Já sou doador há mais de um ano”, revela. No último dia 1°, Willian visitou a sede das Obras Sociais, no Largo de Roma, para conhecer de perto o trabalho da instituição e “sentir a energia do local”. Acompanhado da Assessora de Marketing, Mariana Pimentel, ele percorreu as instalações do Hospital da Criança e da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) e ainda conferiu o acervo do Memorial Irmã Dulce. “Estou encantado com o que vi e volto para casa com a certeza de que a Obra de Irmã Dulce está mais viva do que nunca”, disse Magno, que aproveitou para deixar uma mensagem para as pessoas que têm no coração o desejo de doar: “Doar é muito bom pra quem recebe, e mais ainda pra quem doa”. 

Quem quiser contribuir também para a perpetuação do “Amar e Servir” de Irmã Dulce basta acessar o site das Obras Sociais, a partir do endereço www.irmadulce.org.br/doeagora e selecionar a melhor forma de ajudar a instituição. São inúmeras opções, como a doação por depósito ou transferência bancária; doação online (cartão de crédito) ou doação anônima por boleto bancário. Outra opção é cadastrar-se no programa Sócio-Protetor, um dos mais importantes canais de doação da OSID, essencial para manutenção das atividades. O programa dispõe de um clube de vantagens, com descontos em estabelecimentos e em compras on-line, além de brindes, acesso a eventos e outras ações exclusivamente voltadas para os sócios protetores. Qualquer pessoa física e/ou jurídica pode se tornar um sócio-protetor, contribuindo através de boleto bancário ou de débito em conta. Quem optar pelo boleto, receberá com valor em aberto e a quantia será estipulada pelo próprio doador no ato da contribuição. O cadastro pode ser feito pelo site da OSID (www.irmadulce.org.br/socioprotetor) ou pessoalmente, na Lojinha Irmã Dulce, localizada ao lado da sede da entidade, no Largo de Roma, em Salvador.