Notícias

OSID conta com nova ferramenta para captar doações

OSID conta com nova ferramenta para captar doações

As Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) passam a contar com mais uma ferramenta para receber contribuições, que traz também mais praticidade para quem deseja ajudar a manter vivo o legado de amor e serviço do Anjo Bom. São máquinas de pagamento via cartão de débito ou crédito, exclusivas para fazer doações para a OSID. A ferramenta conta com um software inédito no país, desenvolvido exclusivamente, de forma voluntária, para as Obras Sociais Irmã Dulce pela empresa TW2, que também doou as cinco máquinas para a realização das operações.                                    

A ideia é disponibilizar os aparelhos em estabelecimentos comerciais; durante eventos e também em ações junto ao público, a exemplo de “blitzes” de abordagens nas ruas e estabelecimentos. “Essa é mais uma forma de captação de recursos de maneira prática, em que a própria pessoa pode manusear a máquina e realizar a doação, tudo com muita facilidade. É uma parceria importante para nós e uma grande conquista para a OSID”, destacou a assessora de Marketing das Obras, Mariana Pimentel.

A superintendente da OSID, Maria Rita Pontes, também comemorou a novidade: “é mais uma ferramenta que temos para ajudar a manter a instituição do Anjo Bom de portas abertas para a população. É a tecnologia a serviço das Obras. Fico feliz com a iniciativa, ainda mais vinda de pessoas tão queridas, de amigos que ofertaram esse instrumento de captação de recursos que será muito importante”, disse a superintendente, se referindo a Emerson Barreto, sócio da TW2, seu irmão Walter Barreto e demais familiares.

A entrega dos aparelhos foi realizada ontem (dia 29), na sede das Obras (Largo de Roma), pelo sócio da TW2, Leonardo Oliveira, que foi recebido pela superintendente Maria Rita Pontes, pelo gestor administrativo financeiro da OSID, Milton Carvalho, e pela assessora de Marketing, Mariana Pimentel.

"Nossa intenção foi criar mais um ponto de ligação entre a OSID e o público que quer contribuir com a instituição. Muitas vezes as pessoas querem colaborar, mas precisam se deslocar e acabam encontrando alguma dificuldade. Com a ferramenta é possível disponibilizar as máquinas em pontos de grande circulação, estimulando e facilitando a doação”, declarou Leonardo.