Notícias

Centro Educacional de Irmã Dulce comemora 50 anos

Centro Educacional de Irmã Dulce comemora 50 anos

No ano em que Irmã Dulce completa um século de nascimento, seu Centro Educacional Santo Antônio (CESA) também celebra uma data muito especial: 50 anos de existência. O aniversário da escola que hoje é referência em educação e nasceu de um orfanato fundado pelo Anjo Bom da Bahia será comemorado com uma missa no dia 11 de junho (quarta-feira), às 9h, na quadra de esportes da unidade, situada no município de Simões Filho (Av. Eng. Walter Aragão de Souza, s/n, Centro). A celebração contará com a presença de alunos, profissionais e parceiros do núcleo. O evento terá ainda a apresentação do coral e orquestra Santo Antônio, formados por estudantes do colégio das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID).

Com cinco décadas de atividades, o CESA atende atualmente, em regime de tempo integral, 700 crianças e adolescentes em situação de pobreza e risco social, oferecendo ensino da educação infantil ao 9º ano, alimentação, fardamento e material escolar gratuitos. O centro proporciona ainda arte-educação (oficinas de cerâmica e tecelagem), educação ambiental, inclusão digital, cursos de iniciação profissional (orquestra, teatro, dança, percussão) e musical (canto coral), além de biblioteca, cinemateca, parque infantil e brinquedoteca; assistência social às famílias e promoção de saúde com atendimentos pediátrico e odontológico. As ações são desenvolvidas em parceria com as Secretarias Estadual e Municipal de Educação e Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza, o Instituto de Artesanato Visconde de Mauá e o Neojibá - Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia. Nascido em 1964, mais precisamente no dia 13 de junho, dia de Santo Antônio, o núcleo de educação das Obras Sociais Irmã Dulce começou como um orfanato onde a freira baiana abrigava meninos sem referência familiar. Em 1994, tornou-se um colégio em tempo integral, com foco na qualidade do ensino básico.

Para a coordenadora pedagógica do CESA, Rita Fróis, “é um grande orgulho fazer parte desta instituição que há 50 anos vem resgatando e ressignificando a vida de crianças e adolescentes em situação de risco social”. “Considerar o ser humano na sua inteireza, em suas várias dimensões, quais sejam, física, intelectual, afetiva, social e espiritual é o fundamento da nossa proposta pedagógica que foi preconizado por Irmã Dulce em toda sua obra. O legado do ´Amar e Servir` está presente em todas as ações da escola e na busca por melhorias constantes”, declara.

Reconhecimento - Graças a esse perfil humanizado, o CESA foi eleito Destaque Estadual 2012 e representou a Bahia na etapa nacional do 13º Prêmio Gestão Escolar (PGE), promovido pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). Referência na adoção de boas práticas de gestão alinhadas com princípios de excelência, a escola também obteve visibilidade nacional com a conquista dos prêmios Professores do Brasil (5ª edição/2011), do Ministério da Educação (MEC) e Educar para a Igualdade Racial (6ª edição/2012), do Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (Ceert).