Notícias

Governador anuncia reformas e ampliação de vagas para o CESA

Governador anuncia reformas e ampliação de vagas para o CESA

Em visita ao Centro Educacional Santo Antônio (CESA), unidade de educação das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), em Simões Filho, nessa segunda-feira (13), o governador Rui Costa anunciou que promoverá melhorias na estrutura física do complexo e ampliará a oferta de vagas em cursos profissionalizantes junto ao núcleo: “Aqui tem área e tem gente com amor para dar”, declarou. Rui Costa reforçou sua decisão reconhecendo o desempenho da escola de Irmã Dulce e o modelo de ensino que há décadas vem transformando a vida de centenas de crianças e adolescentes em situação de risco social: “O CESA é um dos melhores Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica estabelecido para o ano de 2021) da rede estadual”, disse após percorrer as dependências da unidade. Para Maria Rita Pontes, superintendente da OSID, a visita superou suas expectativas: “Em um ano de crise na Saúde e na Educação, o governador declara toda essa vontade de nos ajudar, o que nos enche de ânimo, pois agora temos a certeza de que muita coisa será feita até o final do ano. Com o apoio do governo, poderemos dar continuidade, com segurança para os alunos, ao trabalho que é feito no CESA. Tivemos também a boa notícia de que o governador vai nos apoiar na reforma do espaço do curso de panificação, o que é uma alegria muito grande porque tem quatro anos que este espaço está fechado”.

De acordo com a líder do centro educacional, Flávia Rosemberg, a ajuda não poderia vir em hora melhor, já que há alguns anos a escola de Irmã Dulce passa por dificuldades em relação à manutenção de seus prédios, que são construções antigas. Segundo ela, entre as principais necessidades da unidade, estão as melhorias físicas: “O governador reconheceu, pelo que viu ao percorrer o CESA, que precisamos dessas reformas na estrutura predial”. Flávia comemorou ainda a decisão do governador em reativar, até o final de 2015, o curso profissionalizante de panificação oferecido pela escola, que estava parado por falta de parcerias. “A ideia é que o curso volte a ser oferecido com maior número de vagas”.

Manhã de história e arte - Após ser recepcionado por alunos que integram as oficinas musicais da Orquestra Santo Antônio, o governador fez questão de conhecer as dependências da escola que atualmente atende em regime de tempo integral, em parceria com as secretarias de Educação do Estado e do Município de Simões Filho, 700 crianças e adolescentes em situação de pobreza e risco social. Em sua visita, que teve como ponto de partida a Sala de Memória Governador Lomanto Júnior, criada para preservar a história do CESA, Rui Costa foi acompanhado pela superintendente da OSID, Maria Rita Pontes; pelo gestor Operacional das Obras, Sérgio Lopes; pela líder do CESA, Flávia Rosemberg, e pela coordenadora pedagógica do centro, Rita Frois, entre outros profissionais da instituição. A comitiva que acompanhou o governador contou também com as presenças do secretário de Turismo da Bahia, Nelson Pelegrino; do chefe de gabinete da Secretaria Estadual da Educação, Wilton Cunha, além do prefeito de Simões Filho, Eduardo Alencar, e do secretário de Educação do município, Jorge Salles, entre outras autoridades.

Durante a visita, Rui Costa foi às salas de aula conversar com alunos e professores e quis conhecer a biblioteca, o refeitório e os espaços de arte-educação onde os estudantes têm suas oficinas de cerâmica e tecelagem e os cursos de iniciação musical (canto coral) e profissional (aulas de orquestra, teatro, dança e percussão). A última parada do governador foi na Cinemateca Daniela Mercury, onde assistiu a um vídeo institucional sobre as Obras Sociais Irmã Dulce.

Fundado em 1964 pelo Anjo Bom do Brasil, o CESA nasceu como um orfanato em que a freira baiana abrigava meninos sem referência familiar. Atualmente, o centro é uma escola de tempo integral, com um modelo de ensino que engloba desde a educação infantil até o nono ano. A unidade oferece ainda acesso à arte-educação, inclusão digital, atividades esportivas, assistência odontológica, alimentação, fardamento e material escolar gratuitos. O local conta também com uma unidade de sustentabilidade, o Centro de Panificação, responsável pela produção e comercialização de variados tipos de pães, panetones e outros produtos.