Notícias

Uma só família

Uma só família

Um dia para ficar registrado na memória e no coração. Assim foi a tradução do último sábado para um grupo de colaboradores da Cielo e seus anfitriões, após uma manhã e uma tarde de belos momentos partilhados em pleno Centro Educacional Santo Antônio (CESA). Em visita à escola da Mãe dos Pobres, os anjos de Dulce foram conferir de perto os frutos de alguns dos projetos da unidade apoiados pela empresa, os quais vêm ajudando a transformar a vida de centenas de crianças e jovens em situação de risco social. Entre as iniciativas resultantes da parceria, está o judô, cuja apresentação aos visitantes abriu a agenda de emoções do dia, seguida ainda pelo cativante testemunho de seus alunos, que encontraram no esporte um caminho de superação e vitória. No roteiro de imersão pelo CESA, um chamado à ludicidade: os representantes da Cielo – alguns acompanhados pelos filhos – foram convidados pelos alunos da Oficina de Grafite, sob a monitoria do instrutor Ramon Dread, a colorirem a fachada do espaço onde funcionam as Oficinas Pedagógicas de Cerâmica e Tecelagem do Centro Educacional.

Recepcionados pelo gestor Operacional das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), Sérgio Lopes; pela líder do CESA, Iêda França; pela coordenadora pedagógica da unidade, Rita Frois; por profissionais e estudantes do núcleo, o grupo vivenciou ainda um mergulho no passado da unidade, durante passagem pela Sala de Memória Governador Lomanto Júnior – espaço que conta a história da escola por meio de fotografias, textos e objetos. “É muito gratificante estar aqui. Temos muito orgulho em apoiar este projeto que está conectado com o que a empresa vem apoiando em termos de educação e esporte, contribuindo assim com a sociedade”, declarou a gerente de Sustentabilidade da Cielo, Gleice Donini, que durante a visita com seus colegas degustou os deliciosos itens produzidos no Centro de Panificação Irmã Dulce. Segundo a líder do CESA, o apoio da Cielo aos projetos esportivos e musicais geram uma rede de benefícios que irão acompanhar esses jovens ao longo de suas vidas. “São ações que possibilitam o desenvolvimento dessas crianças e adolescentes, estimulando a convivência em equipe, o respeito e a disciplina”, afirma Iêda.

O dia especial, que contou também com as presenças da consultora de projetos Fagna Freitas e do empresário Hagmar Madeira, fundador da De Peito Aberto – Organização Social que gere o projeto esportivo da unidade educacional – foi encerrado com uma emocionante apresentação da Orquestra Irmã Dulce / Neojiba, programa que inclui iniciação musical, prática orquestral e canto coral e também conta com o apoio da Cielo. Já o judô integra as atividades esportivas apoiadas pela Cielo no CESA dentro do programa Oportunidade Através do Esporte, que ainda proporciona gratuitamente aos alunos as modalidades de futebol de salão, vôlei, basquete e handebol, com direito a professores de Educação Física, uniforme e todo o material esportivo.

Ao final da acolhida, a admiração dos visitantes pelo trabalho social apresentado somou-se à gratidão de toda uma escola aos seus guardiões, os quais, como fiéis protetores do legado de Dulce, já trazem em seus corações aquilo que de fato nos torna verdadeiramente irmãos: a certeza de que não há melhor tradução para uma vida em família do que amar e servir ao próximo.