Notícias

Projeto canadense avalia impacto da música no ensino sobre culturas estrangeiras

Projeto canadense avalia impacto da música no ensino sobre culturas estrangeiras

A aprendizagem, em sala de aula, sobre o contexto cultural de outros países promove uma melhor compreensão e atitudes mais positivas em relação aos povos dessas culturas se houver a presença da música. Esta é a tese que norteou uma pesquisa, com duração de 12 semanas, envolvendo alunos do Centro Educacional Santo Antônio (CESA) das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID). Os resultados preliminares do estudo serão apresentados nesta terça-feira (19), às 9h, em evento na sede da escola, no município metropolitano de Simões Filho.

A pesquisa, capitaneada pelo projeto canadense AIRS – Advancing Interdisciplinary Research in Singing (O Avanço da Investigação Interdisciplinar em Canto) e sob a direção da Dra. Annabel Cohen, professora de Cognição Musical na University of Prince Edward Island e diretora geral do projeto AIRS, teve a participação de 55 alunos do 4º e 5º anos.

A coordenação do estudo ficou a cargo das doutoras em música Alda Oliveira – aluna de Irmã Dulce no antigo Círculo Operário da Bahia – e Zuraida Abud Bastião, que realizaram formação de oito horas com os professores das turmas e forneceram o material didático a todos os alunos e educadores – incluindo CD com músicas dos quatro países envolvidos no projeto: Brasil, Canadá, China e Quênia. A pesquisa incluiu a aplicação de questionários acerca de cada cultura estudada. Os professores elaboraram relatórios, indicando as aprendizagens das turmas.

“O resultado preliminar aponta que as crianças apreendem melhor o conteúdo sobre o contexto cultural de outros países quando a música desses países lhes é apresentada e com eles trabalhada. Através da música, adquirem o emotivo, o sentimento de nação, o feeling daquele povo, o que facilita a compreensão e os torna mais abertos e colaborativos”, explica a pesquisadora Alda Oliveira. O CESA foi uma das duas únicas escolas na Bahia escolhidas para participar da pesquisa. No evento de amanhã, os alunos vão apresentar alguns elementos marcantes sobre as culturas focalizadas no projeto e cantarão, por meio de videoconferência, para as crianças de uma escola do Canadá que também participou da investigação.

Centro Educacional Santo Antônio - Localizado no município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador, o braço educacional da OSID nasceu em 1964 como um orfanato em que Irmã Dulce abrigava meninos sem referência familiar. Em 1994, tornou-se uma escola em tempo integral, com foco na qualidade do ensino básico. Hoje, atende a mais de 700 crianças e adolescentes de famílias de baixa renda oferecendo ensino fundamental (1ª a 8ª série) e profissionalizante e acesso à arte-educação, inclusão digital, atividades esportivas, assistência odontológica, alimentação, fardamento e material escolar gratuitos.

No CESA, o esforço é pela inclusão de crianças e jovens em situação de pobreza e vulnerabilidade, baseada em oportunidades reais de crescimento intelectual e aprendizado profissional. A filosofia do atendimento integral direciona o trabalho para ações de fomento à cidadania, geração de emprego e renda e promoção à saúde. A prática pedagógica é articulada com outros núcleos da OSID e entidades afins - ONGs e órgãos governamentais que desenvolvem políticas de proteção à criança e ao adolescente -, atendendo a diferentes demandas dos alunos e de suas famílias.