Notícias

Centro Geriátrico das Obras é referência em capacitação de cuidadores de idoso

Centro Geriátrico das Obras é referência em capacitação de cuidadores de idoso

Os cuidadores de idoso acabam de ser reconhecidos enquanto categoria profissional. O projeto de lei 284/11, que regulamenta a função, teve aprovação unânime no Senado em setembro e aguarda apreciação da Câmara Federal, antes de ser sancionado. Se de um lado a profissão é objeto atual de discussão na esfera política, de outro, o Centro Geriátrico Júlia Magalhães, da OSID, aparece como o pioneiro em capacitação para cuidadores de idoso na Bahia. Dos cursos inicialmente voltados aos profissionais da casa, a unidade passou a oferecer, a partir de 1997, capacitações abertas à comunidade, prestando informações sobre o envelhecimento e abordando temas básicos para o cuidado adequado à pessoa idosa, além das questões éticas. Até hoje, mais de 1800 pessoas já participaram.

O aumento da longevidade tem demandado mudanças nas rotinas familiares que muitas vezes não são supridas diante das características atuais da família nuclear e da taxa de reposição de filhos (1,7 por família). “Não mais contamos com as filhas para cuidar dos parentes idosos, e isso, associado ao aumento das doenças crônicas que levam o idoso a precisar de acompanhante ou cuidador, faz a necessidade desse profissional ser inegável”, reflete a enfermeira de educação permanente do Centro Geriátrico, Íris Soeiro. Dados epidemiológicos apontam que 50% dos idosos tendem a desenvolver algum tipo de demência. Considerando o formato da nova família brasileira e a assistência prestada à terceira idade, os presságios não são dos melhores. “Em 2020 o Brasil terá a sexta população mundial de idosos e, infelizmente, não envelhecemos bem. Nós somos o terceiro país com piores condições de morte. Nossa população morre na chamada mistanásia, ou morte em miséria social, abandono, violência, maus tratos, sem acesso sequer a serviços de saúde”, pondera a enfermeira coordenadora da internação, Fernanda Silva. Funções - O cuidador de idosos pode desempenhar funções de apoio aos cuidados higiênicos, mobilização, auxílio na alimentação e estímulo nas atividades de vida diária (Cuidador Primário), ou simplesmente, pode ser um acompanhante (Cuidador Secundário) que auxilia a pessoa idosa nas atividades práticas do dia a dia, como ir ao mercado, ao banco, e fazer companhia. O profissional pode atuar no domicílio do idoso, em instituições de longa permanência e em eventos culturais e sociais. Mês do Idoso – A agenda da turma da terceira idade na OSID está repleta de ações sociais e atividades de lazer e integração, envolvendo também os profissionais e as famílias dos pacientes/ moradores atendidos. Haja fôlego pra acompanhar! Centro Geriátrico Júlia Magalhães
Dia Hora Atividade Local
01 9 às 15h Dia do Idoso. Acolhimento com café da manhã, apresentações do samba de roda, carimbó, coral, teatro e danças regionais (xaxado, xote e baião). Pátio das ambulâncias
04 8 às 17h Ação Social e de Saúde – Profissionais da Geriatria atenderão a familiares idosos dos pacientes da APAE. APAE São Joaquim
05 9 às 15h Bazar da Clínica Geriatria. Refeitório da Geriatria
08 14h Tarde Musical - Apresentação de grupo para os idosos moradores e dos grupos Renascer e Centro Dia. Refeitório da Geriatria
15 8 às 17h Dia de integração e lazer aos idosos moradores da NSL Petroclube
17 14h Encontro com as famílias de idosos do Centro Dia. Clube dos Oficiais
25 26 8 às 17h 8 às 14h V Jogos Olímpicos do CGJM + CATA Área Verde do CRPD + refeitório da Geriatria
31 A definir Discutindo o Estatuto do Idoso - palestra interativa com apoio do MP para esclarecer as dúvidas dos idosos em relação ao Estatuto do Idoso. Auditório do Ministério Público
A definir (nov) 8 às 17h Um dia curtindo a Natureza – Passeio em Inema para os idosos moradores e do Centro Dia. Praia de Inema
Hospital Eurides Sant’anna (Santa Rita de Cássia)
Dia Hora Atividade Local
01 7h Dia do Idoso - Aferição de pressão arterial e glicemia, alongamento e ginástica, café da manhã, sorteio de brindes e mensagens de felicitações. Participam 150 idosos. Estacionamento da emergência