Notícias

Quermesse do Santuário da Bem-aventurada terá quadrilha, forró e muitas iguarias juninas

Quermesse do Santuário da Bem-aventurada terá quadrilha, forró e muitas iguarias juninas

Tudo pronto para a quermesse junina do Santuário da Bem-aventurada Dulce dos Pobres, que deverá movimentar o Largo de Roma neste sábado (8), das 17 às 22 horas, e domingo, das 10 às 20 horas. O evento, que integra a agenda da Trezena de Santo Antônio da casa, será montado no estacionamento do Santuário oferecendo uma programação bem animada com música ao vivo, apresentação de quadrilha e todas aquelas deliciosas iguarias que frequentam as mesas de junho.

A quermesse integra as atividades em louvor ao santo querido da freira baiana, e objetiva arrecadar fundos que serão destinados a dois projetos específicos, como explica Padre Alberto Montealegre, reitor do Santuário: “Vamos aplicar esses recursos na Festa da Bem-aventurada, para comemorar o 13 de agosto, data oficial da celebração litúrgica de Irmã Dulce; e também para promover o acesso dos jovens da comunidade à Jornada Mundial da Juventude”. Para este evento, programado para o período de 23 e 28 de julho, no Rio de Janeiro, com a presença do Papa Francisco, o Santuário já tem inscritos 26 jovens, incluindo moças e rapazes do Centro de Reabilitação e Prevenção de Deficiências – CRPD, mantido pela OSID.

Quadrilha - Esta é a terceira edição da quermesse do Santuário, e, segundo Padre Alberto, surgiu com o mesmo propósito da Trezena: “Propagar a devoção a Santo Antônio, santo que ocupa um lugar privilegiado na história e na obra de Irmã Dulce”. Empenhado no propósito, ele preparou uma programação que promete atrair não só os devotos como os apreciadores das festas juninas, com barracas coloridas, bazar, apresentação de quadrilha, forró ao vivo e mesas fartas. Além das comidinhas típicas à base de milho e amendoim, as barracas vão oferecer pratos da cozinha brasileira, como feijoada, sarapatel e xinxim de galinha.

Uma das atrações mais esperadas é a quadrilha Sapeca Iaiá, domingo (9), às 16 horas. Formada por 32 integrantes da terceira idade e só um componente masculino, a quadrilha do Centro Social Urbano da Liberdade tem 25 anos de tradição e já venceu vários concursos. Com 18 pares, coreografias bem ensaiadas e figurinos próprios, a quadrilha faz cerca de 15 apresentações por temporada. Única presença masculina no grupo, o marcador de quadrilha Francisco Rocha, não tem dúvida de que o segredo de tanta união é “o amor pelos festejos juninos” que todos os anos vêm e vão com as bênçãos de Santo Antônio.