Notícias

Tríduo de Santo Antônio integra exposição aberta no Memorial Irmã Dulce

Tríduo de Santo Antônio integra exposição aberta no Memorial Irmã Dulce

Começa nesta terça (11), às 14 horas, e segue até quinta-feira (13), o Tríduo com cânticos em louvor a Santo Antônio, no Memorial Irmã Dulce (MID), Largo de Roma. A prática devocional dedicada àquele que é invocado como “santo das causas impossíveis” e é lembrado como “santo casamenteiro” será demonstrada aos visitantes diante da instalação assinada pela artista plástica e arte-educadora Mônica Silva, que criou um altar típico da tradicional Trezena de Santo Antônio. O destaque da exposição intitulada Irmã Dulce e Santo Antônio, uma História de Devoção é a imagem do santo, uma relíquia de família do século 19 que pertenceu ao avô da freira baiana. O objetivo da mostra é apresentar os aspectos artístico e cultural da antiga tradição.

Adornado com flores de papel, bandeirinhas de fitas coloridas e elementos típicos da cultura nordestina, o altar é composto ainda de alguns elementos que estabelecem uma relação mais próxima com os visitantes do memorial. Além do cesto de palha onde são depositados os pedidos dos fiéis, o genuflexório está coberto de pães, símbolo que remete ao perfil caridoso do santo conhecido como “protetor dos pobres”. Até o dia 13 também estará à disposição dos espectadores uma caixinha com mensagens e objetos simbólicos, como alianças e velas, para os que quiserem tirar sua sorte. Após o Tríduo, a instalação ficará em exposição até 28 de julho, nos horários de visitação do MID: terça a domingo, das 10 às 17 horas.

Serviço

Exposição: Irmã Dulce e Santo Antônio, uma História de Devoção

Visitação: Terça a domingo, das 10h às 17h, até 28 de julho

Tríduo: dias, 11, 12 e 13 de junho, às 14h

Onde: Memorial Irmã Dulce (Av. Bonfim, 161, Largo de Roma)

Entrada franca