Notícias

Santuário da Bem-aventurada vai iniciar Trezena de Santo Antônio dia 1º de junho

Santuário da Bem-aventurada vai iniciar Trezena de Santo Antônio dia 1º de junho

No Santuário da Bem-aventurada a Trezena de Santo Antônio, em louvor ao santo querido de Irmã Dulce, terá início neste sábado (1/06), às 16 horas, com pregação de Padre Alberto Montealegre, reitor do Santuário. Como reza a tradição, uma das mais festivas da Igreja, a programação terá prosseguimento com orações dos fiéis durante os treze dias que antecedem sua festa, em 13 de junho.

O Dia Festivo (13) dedicado àquele que é invocado como “santo das causas impossíveis” e lembrado como “santo casamenteiro” terá uma programação especial com abertura às 8h30, com a Missa dos Devotos, presidida por Padre Edson Menezes; às 11h30 Frei Mario Erky presidirá uma celebração para os funcionários da OSID; e às 16h, Padre Alberto irá presidir a Missa Festiva que culminará com uma procissão dos fiéis. Este ano, o tema dessa antiga devoção que teve origem em Bolonha (Itália), em 1617, faz a seguinte reflexão: “Na juventude que irradia Cristo queremos, como Santo Antônio, nos sentir enviados para fazer discípulos em todas as nações”.

Como é práxis na trezena junina, as orações diárias seguem uma agenda que inclui sempre um homenageado e o “gesto concreto” marcando a atitude de desprendimento dos fiéis. A cada dia eles ofertam algo material ao santo como prova de sua devoção. Originalmente ofertava-se pão, mas hoje, este ritual foi ampliado para um leque maior de gêneros que possam ser doados aos mais carentes. O “gesto concreto” remete ao perfil caridoso do santo honrando como o “protetor dos pobres”.

Trezena – Conta-se que a devoção surgiu quando uma senhora, necessitando de um grande favor dos céus, recorreu a Santo Antônio com insistência. Durante nove terças-feiras visitou sua imagem na Igreja de São Francisco rezando com fervor. Como alcançou de modo admirável o que desejava, a notícia se espalhou e muitas pessoas necessitadas de graças e bênçãos seguiram seu exemplo. Tão logo se multiplicaram as graças e milagres a prática se difundiu mundo afora. O número de terças-feiras aumentou para treze depois que o santo passou para a eternidade no dia 13 de junho de 1231.