Notícias

Cidade Baixa ganha novo atrativo com inauguração da Praça Irmã Dulce

Cidade Baixa ganha novo atrativo com inauguração da Praça Irmã Dulce

O ano de 2014 já começou especial para a família das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), com a inauguração, na última quarta-feira (dia 15), da Praça Irmã Dulce.  O local, onde o Anjo Bom do Brasil ia ao encontro dos pobres e doentes, foi totalmente revitalizado, com nova pavimentação e iluminação; instalação de parque infantil e de equipamentos de ginástica específicos para a terceira idade, tornando-se mais um atrativo para a Cidade Baixa.

A agenda festiva começou às 9h30, no Santuário da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres, com a concentração de profissionais, voluntários, conselheiros, pacientes e moradores da OSID, que caminharam juntos rumo à nova praça. A solenidade de inauguração teve início com a benção do monumento em homenagem a Bem-Aventurada Dulce dos Pobres – criado pelo artista plástico Bel Borba – seguida de apresentações do Coral Renascer da OSID e do cantor baiano Lazzo Matumbi, que interpretou o Hino ao Senhor do Bonfim.

Estiveram presentes na cerimônia o governador da Bahia, Jaques Wagner; a ministra da Cultura, Marta Suplicy; o prefeito de Salvador, ACM Neto; o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Cícero Monteiro; o secretário (interino) de Turismo, João Carlos Oliveira da Silva; o diretor presidente (em exercício) da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia, José Ubiratan Cardoso; o secretário de Desenvolvimento, Cultura e Turismo de Salvador, Guilherme Bellintani; o secretário da Saúde, Jorge Solla, além de vereadores, deputados estaduais e federais e representantes da Caixa Econômica Federal e da Odebrecht.

Superintendente da OSID, Maria Rita Pontes agradeceu a todos que contribuíram para viabilização do projeto e fez um apelo: “Preservem o que é de vocês. Não destruam, cuidem desse espaço com muito amor e carinho”, pediu Maria Rita. Quem for desfrutar do novo equipamento vai contar com a segurança de guardas municipais 24 horas, conforme ressaltou o prefeito ACM Neto. Aliado à isso, foi anunciado também que a praça será adotada pela Caixa Econômica Federal, garantindo a preservação do espaço público.

Turismo religioso – Com cerca de 15 mil metros quadrados, a nova Praça Irmã Dulce promete fortalecer ainda mais o turismo religioso na capital baiana, com a integração do equipamento ao Santuário da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres, criando um complexo arquitetônico-turístico-religioso para Salvador. A nova etapa prevê ainda, a construção de um estacionamento para ônibus de turismo e a mudança no trânsito do entorno da praça.

As intervenções contarão com recursos do governo do estado da Bahia e da prefeitura municipal de Salvador, como anunciou ACM Neto: “A prefeitura vai destinar, pelo menos, R$ 2,5 milhões de reais para garantir a nova etapa, fazendo deste um dos mais importantes templos de fé do Brasil”.

Para a ministra Marta Suplicy, que antes da inauguração visitou o túmulo da freira baiana, a Praça Irmã Dulce é um símbolo da história de um povo. “Quando a gente junta fé, turismo e cultura, é imbatível, é identidade de um povo. Hoje nós estamos vivendo um momento muito especial com essa praça linda pra Irmã Dulce”, destacou a ministra.

Governador da Bahia, Jaques Wagner lembrou que a revitalização da praça faz parte da proposta do governo em investir no turismo religioso de Salvador. “Para mim é uma alegria poder entregar esta importante obra. Esperamos que em breve o projeto seja totalmente concluído para atrair ainda mais turistas do Brasil e do mundo inteiro, gerando riqueza e emprego”, disse o governador.

A expectativa é que o projeto de requalificação seja concluído no decorrer das comemorações pelo  centenário de Irmã Dulce, programação que terá início no primeiro semestre de 2014 e segue até o primeiro semestre de 2015.

Boas novas – A manhã ensolarada ficou ainda mais especial com o anúncio de boas notícias para as Obras Sociais Irmã Dulce. Durante o seu discurso, Jaques Wagner falou da conquista do terreno doado pelo governo do estado, onde está sendo construída a Unidade de Quimioterapia e Radioterapia Nossa Senhora de Fátima e acenou com a possibilidade de desapropriação do “casarão azul”, na avenida Luiz Tarquínio, para ampliação dos serviços da OSID. “Estamos estudando a situação do imóvel e vamos doar às Obras Sociais Irmã Dulce”, garantiu o governador.

Wagner também declarou que “após a reforma, o Hospital São Jorge será entregue aos cuidados da OSID”. Atualmente a instituição administra a Unidade de Pronto Atendimento de Roma (UPA Roma), através de um contrato de prestação de serviço firmado com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia.