Notícias

Morre Iracy Lordello, voluntária mais antiga das Obras Irmã Dulce

Morre Iracy Lordello, voluntária mais antiga das Obras Irmã Dulce

É com imenso pesar que as Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) comunicam o falecimento de Iracy Vaz Lordello. Amiga do Anjo Bom da Bahia e voluntária mais antiga da instituição, Iracy foi discípula, além de testemunha viva e fiel, do legado de amor e serviço da Mãe dos Pobres. Irá, como era carinhosamente conhecida, faleceu na madrugada de hoje (1° de dezembro), aos 85 anos, na sede das Obras Sociais. O corpo da voluntária será velado logo mais, a partir das 10h, no Santuário da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres, localizado no Largo de Roma. Também no santuário, às 12h, será celebrada a missa de corpo presente. Após a cerimônia, o corpo seguirá para o Cemitério Campo Santo, onde será velado na Capela 6. O sepultamento está programado para as 16h.

Nascida no município de São Félix, Iracy deixou o Recôncavo baiano para estudar em Salvador, construindo ao longo dos anos uma incansável rotina em favor do pobre, do doente, do mais necessitado. Para Irá, não existia fim de semana ou feriado. Todos os dias ela percorria as enfermarias do Hospital Santo Antônio visitando os pacientes, levando conforto e esperança. Também cuidava pessoalmente do café dos médicos e ajudava os mais necessitados que chegavam até a organização. Com tantos anos de dedicação, Iracy era uma apaixonada pelas Obras, revelando, através de gestos concretos, o amor em sua plenitude. “A OSID é um pedaço da minha vida e por isso não posso deixar isso aqui. A gente está nesse mundo para servir e a melhor coisa que a gente pode dar às pessoas é o amor”, declarava Irá.