Notícias

Memorial Irmã Dulce reabre para visitação e lança concurso virtual

Memorial Irmã Dulce reabre para visitação e lança concurso virtual

Depois de quatro meses fechado por conta das medidas restritivas em virtude da pandemia, o Memorial Irmã Dulce (MID) já está aberto a visitação, de terça a domingo, das 10h às 12h e das 13h às 17h30, com entrada gratuita. Junto com a reabertura, o MID acaba de lançar também a segunda edição do concurso virtual Altar de Santa Dulce dos Pobres. Com o tema “Santa Dulce dos Pobres, sempre a nos proteger!”, as inscrições para o concurso já estão abertas e seguem até o dia 30 de julho, através do WhatsApp (71) 99973-6717.

No concurso virtual, cada participante deverá montar um altar em honra a Santa Dulce, relacionado com o tema, e em seguida tirar duas fotos e enviar para o número de WhatsApp, seguindo as orientações que estão descritas lá. Entre os critérios que serão avaliados estão criatividade, originalidade e sustentabilidade, o uso da temática proposta, além da presença da imagem de Santa Dulce em destaque (a imagem pode ser de qualquer material).

Dos altares inscritos, uma comissão julgadora ficará encarregada de escolher seis, que serão colocados para votação popular, através do Instagram do MID (@memorialirmadulce). Os três altares mais curtidos pelos seguidores serão os vencedores. No regulamento do concurso (disponível no endereço http://www.irmadulce.org.br/concurso) estão listados os prêmios de cada colocação. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (71) 3310-1461; 3310-1115 ou 3310-1261.

“O concurso virtual Altar de Santa Dulce dos Pobres é uma atividade que foi criada com o objetivo de nos mantermos mais próximos do nosso público numa data tão importante para todos os admiradores, devotos e entusiastas da vida e da obra do Anjo Bom do Brasil. Em agosto, comemoramos a sua data litúrgica, o dia 13, e com este concurso aproveitamos para homenageá-la em nossa casa, através da criação de um altar em sua honra. Contamos com a participação de todos!”, ressaltou Carla Silva, líder do Memorial Irmã Dulce.

Localizado na Avenida Dendezeiros do Bonfim, 161, Bonfim, Salvador/Bahia (na sede das Obras Irmã Dulce), o Memorial Irmã Dulce foi inaugurado em 1993, um ano após a morte da Mãe dos Pobres. É uma exposição permanente sobre o legado de amor e caridade do Anjo Bom do Brasil, reunindo peças que ajudam a preservar e manter vivo o legado da primeira santa brasileira. O hábito usado por ela, fotografias, documentos e objetos pessoais podem ser vistos no MID, que ainda preserva, intacto, o quarto de Santa Dulce, onde está a cadeira na qual ela dormiu por quase trinta anos em virtude de uma promessa. Outros fatos marcantes de sua vida são lembrados através de maquetes, livros, diplomas e medalhas. A visita ao Memorial se estende ao Santuário Santa Dulce dos Pobres, onde está a Capela das Relíquias.

Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível. Ao continuar a navegar no site, você concorda com esse uso. Para mais informações sobre como usamos cookies, veja nosso Aviso de Privacidade.