Notícias

Nova voz no Irmã Dulce Hoje

Nova voz no Irmã Dulce Hoje

O programa Irmã Dulce Hoje tem uma nova voz. A partir de 3 de março (segunda-feira), quem assume o microfone da atração é frei Vandeí Santana, 40, novo reitor do Santuário da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres. Para ele, “é desafiador substituir um apresentador tão bem-sucedido em sua missão”, como foi frei Luiz Alberto Lemos (frei Beto), tão querido pelos ouvintes. Mas, por outro lado, apresentar o primeiro programa radiofônico das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) é uma função perfeitamente integrada ao compromisso que assumiu, de ajudar a perpetuar e a difundir o legado do Anjo Bom.

Talvez por isso, desde as primeiras gravações, no estúdio da Rádio Excelsior 840 AM, emissora da Arquidiocese de Salvador que veicula o programa Irmã Dulce Hoje, o frade capuchinho tenha demonstrado tranquilidade para encarar mais este desafio. Ele chega no momento em que a OSID se dedica ao centenário do Anjo Bom do Brasil e assim espera que o programa possa dar sua contribuição neste sentido. “Minha expectativa é de que possamos contribuir para que a vida de Irmã Dulce seja mais conhecida, principalmente para esta nova geração que não conviveu com ela”.

Esta não é a primeira vez que frei Vandeí trabalha com rádio. Sua familiaridade com a linguagem foi adquirida no período em que foi gestor da Paróquia São Cosme e São Damião, em Itamaraju, onde frequentemente era convidado para ir aos estúdios das emissoras locais para dar entrevistas sobre temas diversos. Anteriormente, durante seu estágio pastoral, no município de Jaguaquara, teve uma experiência com rádio comunitária, que também foi “muito positiva”.

Para frei Vandeí, que de segunda a sexta-feira irá apresentar o programa, ao lado da jornalista Cássia Candra, das 13h50 às 14 horas, falando sobre diferentes facetas da vida e da obra de Irmã Dulce, contam ainda a seu favor a formação em Filosofia e Teologia, aprofundada no mestrado em Liturgia; a vivência diária na administração do Santuário e o contato com os devotos da beata e a prática dos ideais franciscanos, que são a base de sua espiritualidade e que o aproxima ainda mais da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres.