Notícias

A Capela e seu Anjo

A Capela e seu Anjo

As homenagens testemunhadas na última segunda-feira (13) em Salvador também foram acompanhadas de belos capítulos de devoção e gratidão a 480 km da capital baiana. Em pleno dia dedicado à Bem-Aventurada Dulce dos Pobres, o Hospital Regional Dr. Mário Dourado Sobrinho, localizado em Irecê, reuniu pacientes, acompanhantes, colaboradores e devotos para a emocionante cerimônia de inauguração da Capela Irmã Dulce. A agenda festiva teve início logo cedo, às 7h30, com a realização de uma missa presidida pelo bispo da Diocese de Irecê, Dom Tommaso Cascianelli, na recepção principal da unidade de saúde. Durante a celebração, que contou ainda com a participação de integrantes da Pastoral da Saúde das Paróquias São Domingos e São José Operário, Dom Tommaso relembrou o legado de amor e serviço semeado pela freira baiana: “A gente percebe como nesse hospital se respira um ar diferente, pois aqui se vive o cuidado e o carisma de Irmã Dulce. E hoje, com a inauguração da capela, tenho certeza que ainda mais bênçãos serão alcançadas”.

Entre os momentos marcantes da cerimônia, destaque para a interpretação, na voz da devota Luzinete Terezinha Alves, da canção “Maravilhosa Irmã Dulce”, do compositor Antonio Raimundo de Souza Guerreiro. Em seguida, logo após o término da missa, Dom Tommaso abençoou a Capela e, sob a oração da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres, apresentou o novo espaço ao público presente, que logo lotou o recinto para rezar aos pés da imagem da beata.

Idealizado pela Comissão de Humanização do hospital, o projeto da Capela Irmã Dulce contou ainda com o empenho e a dedicação da equipe da Manutenção, que confeccionou os bancos de madeira, talhou o nome na entrada da capela, cuidou da iluminação e de todos os detalhes para a acolhida à imagem do Anjo Bom. “Direta ou indiretamente, todos os 687 colaboradores da unidade contribuíram para a realização desse sonho. Agradeço a todos que se dedicaram para a construção desse espaço de acolhida, oração e reflexão”, declarou Maisa Juliete, presidente da Comissão de Humanização. “A família Bonfim tem o prazer de colaborar com a Capela Irmã Dulce. Sou um admirador da sua vida e obra e sei que ela merece muito mais”, ressaltou o empresário Ariel Bonfim, da empresa Marmoraria Bonfim, que doou o mármore do oratório.

Tarde festiva – O dia 13 também foi de celebração pelos seis anos de gestão das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) no Hospital Regional de Irecê. Para marcar a ocasião, foi servido no período da tarde um coquetel, com a presença de profissionais, pacientes e acompanhantes da unidade e da secretária de saúde do município, Dulce Nunes. Destaque ainda para o bolo comemorativo, com a imagem do Anjo Bom do Brasil, e um “Parabéns a Você” puxado especialmente pelo cantor de forró, Murilo Lima. “É uma enorme satisfação celebrar mais um aniversário da gestão OSID e inaugurar, em pleno dia dedicado à Bem-Aventurada, uma capela em sua homenagem. Com certeza, um dia de profunda emoção”, pontuou Ivanildo Santos, líder geral do complexo hospitalar.