Notícias

Santuário Santa Dulce dos Pobres celebra 10 anos de dedicação

Santuário Santa Dulce dos Pobres celebra 10 anos de dedicação

Na próxima quinta-feira (dia 27), o Santuário Santa Dulce dos Pobres completa dez anos de dedicação, ocasião que marca a vida da igreja para servir de templo religioso. Para celebrar a data, uma missa será presidida por Dom Dorival Souza Barreto Júnior, bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador, às 8h30, no Santuário do Anjo Bom do Brasil, localizado na Avenida Dendezeiros do Bonfim, ao lado das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID). A celebração solene vai acontecer obedecendo aos protocolos da Arquidiocese de Salvador e das autoridades públicas por conta da pandemia, com número reduzido de fiéis a 30% da capacidade do local. Além da participação presencial, a missa também poderá ser acompanhada pelas redes sociais do Santuário: Instagram e Facebook (@santuariosantadulce) e YouTube (santuariosantadulcedospobres). 

Construída em 2003, a edificação que hoje é o Santuário Santa Dulce dos Pobres foi batizada inicialmente de Igreja da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, em homenagem à Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, congregação a qual pertenceu Irmã Dulce. O rito da dedicação aconteceu em 27 de maio de 2011, ocasião em que a igreja foi elevada a Santuário da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, pelo então Arcebispo de Salvador, Dom Murilo Krieger, e recebeu autorização para realizar celebrações religiosas (casamentos, batizados, entre outras cerimônias). “O rito é belíssimo, pois ali acontece a aspersão da água benta, as unções do altar e das paredes, a incensação, a deposição das relíquias no altar e o rito da Palavra e da Eucaristia”, comenta o reitor do Santuário, frei Giovanni Messias. Já em 13 de outubro de 2019, por conta da Canonização de Irmã Dulce, o espaço passou a se chamar então Santuário Santa Dulce dos Pobres.

Agenda festiva – Desde o início de maio, uma programação especial vem sendo realizada para festejar os 10 anos de dedicação do Santuário da Santa Dulce, com a participação de devotos e admiradores da vida e obra da Mãe dos Pobres, além de profissionais das Obras Sociais Irmã Dulce. Entre os eventos, está a visita da imagem e da relíquia de Santa Dulce a diversas paróquias de Salvador, sempre aos domingos, até o dia 30 de maio. Outro momento importante dentro do calendário aconteceu com os colaboradores da instituição fundada pelo Anjo Bom, que participaram de um momento lúdico, dançando e cantando ao som da música Jerusalema, canção cuja tradução é “Jerusalém é minha casa” e que fala de esperança. A ação teve como objetivo fomentar a mensagem de que todos fazem parte desse legado de amor e serviço de Irmã Dulce e cada um de nós tem um papel na perpetuação dessa missão.

O Santuário - O Santuário Santa Dulce dos Pobres está localizado em Salvador, ao lado da sede das Obras Sociais Irmã Dulce, na Avenida Dendezeiros do Bonfim, e tem capacidade para 1,2 mil pessoas sentadas. A igreja começou a ser erguida em 2002, a partir da Campanha do Tijolo, com a ajuda de fiéis e das doações, no mesmo local onde na década de 1940 Irmã Dulce havia construído o Círculo Operário da Bahia e o Cine Roma.

É no Santuário que estão depositadas as relíquias (termo utilizado para designar o corpo ou parte do corpo dos beatos ou santos) de Santa Dulce, em um espaço chamado Capela das Relíquias. Em setembro de 2019 o local passou por uma nova reforma, ganhando um túmulo de vidro com uma efígie em tamanho real da freira baiana. Logo abaixo da imagem, que muito se assemelha à santa, está a urna que guarda seus restos mortais.

Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível. Ao continuar a navegar no site, você concorda com esse uso. Para mais informações sobre como usamos cookies, veja nosso Aviso de Privacidade.