Notícias

Morada de Idosos da OSID será revitalizada

Morada de Idosos da OSID será revitalizada

A Morada de Idosos do Centro de Geriatria e Gerontologia, das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), vai ganhar uma nova roupagem, graças a um projeto de design de interiores baseado no nobre conceito da humanização. O programa de revitalização do espaço será desenvolvido por alunos do Curso Técnico em Designer de Interiores, da Escola Bahiana de Arte e Decoração (EBADE), em parceria com a ONG Arquitetura do Bem. No último sábado (dia 2), o grupo esteve na sede das Obras Sociais, no Largo de Roma, para participar da palestra “Humanização Hospitalar”, ministrada pelo arquiteto Arturo Braga, líder de Projetos de Engenharia da OSID, e para realizar uma visita técnica no local onde serão realizadas as intervenções.

Acompanhados da superintendente da OSID, Maria Rita Pontes; da líder do Centro Geriátrico, Terezinha Pacheco; do gestor Operacional, Sérgio Lopes; do gestor de Infraestrutura, Jorge Eduardo Vaz, e do arquiteto Arturo Braga, os alunos conheceram todo o espaço da Morada de Idosos, como refeitório, leitos, banheiros e área de convivência. A proposta é utilizar cores, materiais, acabamentos e iluminação que se adequem às necessidades dos usuários do local e, ao mesmo tempo, torná-lo ainda mais aconchegante, ajudando a diminuir o estresse da internação. “É uma honra desenvolver um projeto para essa Obra tão incrível. Nosso papel é transformar e nós vamos dar a esses idosos o prazer em morar em um ambiente mais colorido, mais acolhedor”, disse Nágila Andrade, diretora da EBADE. “A Arquitetura do Bem tem como objetivo sensibilizar o maior número de arquitetos, designers de interiores, indústrias e empresários do setor para uma ação conjunta de melhorias estruturais e de humanização em creches, orfanatos, asilos, e hospitais do Brasil. E começar com a Casa de Irmã Dulce torna tudo mais especial”, explicou Vitório Júnior, presidente da ONG.

A parceria com a EBADE e a ONG Arquitetura do Bem, para desenvolver o projeto de humanização das áreas internas das Obras Sociais, nasceu a partir da Rede Amigas de Dulce (grupo de mulheres voluntárias que atuam na organização de iniciativas em prol da OSID), através da mobilização de uma de suas integrantes, a jornalista Iga Bastianelli. Maria Rita Pontes comemorou mais esta união em favor do “Amar e Servir” do Anjo Bom: “Estou muito feliz porque eles vão alegrar nossos interiores e porque essa ideia surgiu a partir da Rede Amigas de Dulce. Isso mostra que estamos resgatando a história de Irmã Dulce que foi marcada por parcerias. Com certeza é um momento histórico e bastante especial”.