Notícias

Missa e reinauguração da UCT marcam homenagens ao doador voluntário de sangue

Missa e reinauguração da UCT marcam homenagens ao doador voluntário de sangue

As Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) prepararam uma programação especial para marcar as homenagens ao Dia do Doador Voluntário de Sangue. A agenda festiva acontece na segunda-feira (26), às 8h30, com a celebração de uma missa em Ação de Graças no Santuário da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres, localizado ao lado da sede da instituição do Anjo Bom, na Avenida Bonfim. Durante a cerimônia religiosa será lançado o CD “Luz da Bahia”, com canções em homenagem à Mãe dos Pobres, gravadas por Margareth Menezes e com letra e música da cantora e compositora Nairzinha – que irá interpretá-las acompanhada da Orquestra Irmã Dulce, formada por estudantes do CESA que integram o projeto Neojiba (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia). Após a missa, o CD será distribuído gratuitamente ao público presente.

A programação segue com a reinauguração, logo após a celebração religiosa, da Unidade de Coleta e Transfusão (UCT) da OSID. O espaço, situado na sede da entidade, foi totalmente reformado, ganhando novos equipamentos e mobiliário. Atualmente, a unidade das Obras Sociais é a terceira que mais coleta bolsas de sangue na hemorede do Estado da Bahia, atendendo não apenas pacientes da instituição, mas também de outros complexos de saúde. De acordo com a líder da UCT, Marília Sentges, o objetivo da ação é sensibilizar a população para a importância da doação de sangue. “Aqui na sede da OSID, por exemplo, temos quase mil leitos hospitalares. Portanto, precisamos da ajuda de toda a sociedade para manter os estoques em níveis adequados para atendimento às demandas transfusionais”, ressalta.

A Unidade de Coleta da OSID funciona de segunda a sexta-feira, das 7h10 às 11h30 e das 13h às 16h. Para doar sangue, o candidato precisa atender aos seguintes requisitos: ter entre 18 e 69 anos e gozar de boa saúde; apresentar documento oficial original, em bom estado e com foto atualizada (cópia somente se autenticada e legível); no caso de doador menor de idade, entre 16 e 17 anos, pode doar desde que acompanhado do responsável legal; o candidato à doação também não pode estar gripado ou com qualquer outra doença aguda. As doações podem ser direcionadas a um paciente (doação de reposição) ou para ajudar a unidade (doação voluntária).